Notice: Trying to get property of non-object in /home/storage/b/81/e9/drcesarnogueira/public_html/wp-content/themes/drcesar/functions.php on line 36
Medicamentos para Emagrecer - O que é ou não aprovado pela ANVISA? - Dr. César Nogueira | Medicina . Bem-estar . Longevidade


Blog

Dicas e novidades para uma vida mais saudável
e com muito mais qualidade de vida.

Medicamentos para Emagrecer – O que é ou não aprovado pela ANVISA?

Os medicamentos para emagrecer, conhecidos como anorexígenos, são excelentes coadjuvantes para a perda de peso em pacientes que têm muita dificuldade de eliminar gordura ou para o tratamento de doenças como a obesidade, diabetes e colesterol alto. É importante ressaltar que o uso destas substâncias deve ser feito apenas com indicação médica, já que os inibidores de apetite podem influenciar em diversos sistemas do corpo humano.

São inúmeras opções de anorexígenos no mercado, no entanto nem todos são liberados e aprovados pela ANVISA. Mas afinal, quais são os medicamentos aprovados? Atualmente, existem 4 anorexígenos aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária:

● Sibutramina
Medicamento emagrecedor mais antigo utilizado no Brasil, com 13 fabricantes autorizados e 22 tipos de sibutraminas disponíveis no mercado. O remédio age na saciedade, fazendo com que o paciente se sinta satisfeito após ingerir uma menor quantidade de comida.

● Orlistat
É produzido por 10 laboratórios com aproximadamente 22 registros diferentes do produto. O Orlistat® atua no intestino, eliminando parte da gordura do alimento.

● Cloridrato de lorcaserina
Também conhecido como Belviq®, este medicamento é novo e registrado pelo laboratório Eisai. É um medicamento serotoninérgico que atua no cérebro inibindo o apetite, fazendo com que o paciente ingira menos comida durante as refeições.

● Liraglutida
Com o nome comercial Saxenda®, este anorexígeno é registrado pelo laboratório Novo Nordisk e age tornando a digestão mais lenta, o que deixa o paciente saciado por mais tempo.
Recentemente, entrou em vigor a lei n. 13.454/2017 que autorizou a comercialização de outros anorexígenos – o mazindol, o femproporex e a anfepramona – os quais haviam sido suspensos pela ANVISA no ano de 2011. Todavia, é fundamental ressaltar que os remédios para emagrecer só devem ser vendidos com receita médica e que cada paciente deve ter uma indicação individual. Afinal, esses medicamentos não têm a mesma eficácia em todas as pessoas. Além disso, é importante dizer que os anorexígenos por si só não são capazes de solucionar a obesidade ou a perda de peso. É preciso, paralelamente, adotar hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e individualizada e a prática de atividades físicas regulares.

Contato